Compre agora com o sommelier: conheça o novo canal de venda e abasteça a adega com ajuda especializada

Compre agora com o sommelier

PremiumRótulos de verdadeira excelência, com histórias para contar, encantos em cada gole e a tradição de bagagens culturais refletida em taças.

Link copiado!
  • 2+

Elvio Cogno Ravera Barolo DOCG 2016

  • 2+

Por que comprar com a gente?

Parcele suas compras acima de R$120

Novos rótulos e ofertas imperdíveis diariamente

Ficou na dúvida? Nossos experts te ajudam a escolher

Ficha Técnica

Doçura

Acidez

Tanino

Frutado

Baseadas nas análises dos nossos sommeliers

Tipo de vinho

Tinto

País

Itália

Região

Piemonte

Teor alcoólico

14,5%

Tipo de fechamento

Rolha de cortiça

Produtor

Elvio Cogno

Serviço

16ºC

Volume

750mL

Uvas

Nebbiolo

Safra

2016

Potencial de guarda

2023

Maturação

24 meses em barricas de carvalho esloveno

Premiações

99 pontos Wine Enthusiast, 97+ Robert Parker, 94 pontos Vinous, 95 James Suckling, 18+/20 Jancis Robinson, 18/20 Vinum, Top 100 Wineries of the Year 2020 by Wine&Spirits

Premiações

  • WE-99
  • RP-97
  • JS-95
  • JR-18

Sobre o vinho

Ari Gorenstein
Ari Gorenstein

Ari Gorenstein

Sommelier da Evino

Coroado com pontuações raras, Ravera é fruto dos vinhedos de Novello, uma das áreas mais prestigiadas para o cultivo da Nebbiolo, que ganharam maior notoriedade depois dos esforços da equipe de vinificação de Elvio Cogno. Para Robert Parker, é um vinho que merece destaque e mostra “profundidade fantástica”. Decante por uns 30 minutos e aprecie a complexidade de um tradicional Barolo!

Visual

Vermelho-granada

Nariz

Rosas, lírios, couro novo e frutas vermelhas

Boca

Estruturado, com sabor de cereja vermelha madura, framboesa, notas de tabaco e taninos aveludados

Harmonização

Carnes vermelhas, molhos encorpados

Conheça este Produtor

Itália

Elvio Cogno

Itália

A família Cogno cultivou uvas tradicionais por várias gerações, mas foi Elvio quem decidiu fazer disso um trabalho. Em 1967, aos 27 anos, Elvio produziu uma safra de Barolo que foi um dos primeiros a receber ‘Cru’ na denominação, atestando a qualidade impecável do vinho. Em 1990, Elvio decidiu fundar a própria vinícola no Langhe, região considerada uma terra abençoada pelos críticos para o cultivo de vinhas. Elvio faleceu em 2016, e até hoje a produtora segue perpetuando os valores de seu criador e zelando pelos 15 hectares que têm em Novello, um dos 11 municípios de Cuneo, no Piemonte, em que a produção do tradicional Barolo é permitida.

Elvio Cogno