Compre agora com o sommelier: conheça o novo canal de venda e abasteça a adega com ajuda especializada

Compre agora com o sommelier

OPS!Infelizmente, esse produto não está mais disponível - mas tem novas ofertas no site te esperando!

Link copiado!

    Leve 4, Pague 2: M. Chapoutier Côtes-du-Rhône Blanc AOC 2020 | R$99,95 por garrafa

    Por que comprar com a gente?

    Parcele suas compras acima de R$120

    Novos rótulos e ofertas imperdíveis diariamente

    Ficou na dúvida? Nossos experts te ajudam a escolher

    Ficha Técnica

    Doçura

    Acidez

    Tanino

    Frutado

    Baseadas nas análises dos nossos sommeliers

    Tipo de vinho

    Branco

    País

    França

    Região

    Vale do Rhône

    Teor alcoólico

    13,6%

    Tipo de fechamento

    Rolha de cortiça

    Produtor

    M. Chapoutier

    Serviço

    10°C

    Volume

    750mL

    Uvas

    Roussanne, Viognier, Grenache Blanc, Clairette Blanche, Marsanne

    Safra

    2020

    Potencial de guarda

    2025

    Maturação

    5 meses em tanques de aço inox

    Premiações

    Vinícola Centenária, The World’s Most Admired Wine Brands Drinks International 2019

    Premiações

    • TWMAWB-2019

    Sobre o vinho

    Ari Gorenstein
    Ari Gorenstein

    Ari Gorenstein

    Sommelier da Evino

    A excelência da M. Chapoutier unida à riqueza do terroir de Côtes-du-Rhône produziu um vinho branco charmoso e equilibrado, com perfume que vai de damasco a abacaxi e pêssego. Aposte nesse Côtes-du-Rhône Blanc para degustar nas tardes e noites quentes, sozinho ou acompanhado de aperitivos ou frutos do mar.

    Visual

    Amarelo-pálido brilhante

    Nariz

    Aromas de damasco, maracujá, manga, abacaxi e pêssego

    Boca

    Encorpado, equilibrado, fresco, é elegante e com notas sutis de frutas brancas

    Harmonização

    Aperitivos, peixes, mariscos, steak tartare

    Conheça este Produtor

    França

    M. Chapoutier

    França

    A história da vinícola começa em 1808, com a instalação das primeiras caves. Em 1897, a Calvet et Compagnie passou a se chamar Deléphine et Chapoutier, representando a união entre os franceses Rodolphe Delépine e Marcius Chapoutier e marcando as primeiras exportações da produtora. Ao assumir a frente da vinícola, o bisneto Michel Chapoutier passou a investir em inovações constantes, incluindo a expansão da produtora pra terras de Portugal e da Austrália; a defesa do cultivo orgânico e biodinâmico e a produção a partir do conceito de vinhos de terroir. Na França, Chapoutier tem vinhas em Hermitage e em todo o Rhône, incluindo Côte Rôtie, Châteauneuf-du-Pape e Condrieu, além de terras no Languedoc-Roussillon e em Provence.

    M. Chapoutier