Compre agora com o sommelier: conheça o novo canal de venda e abasteça a adega com ajuda especializada

Compre agora com o sommelier

OPS!Infelizmente, esse produto não está mais disponível - mas tem novas ofertas no site te esperando!

Link copiado!

    Leve 4, Pague 2: M. Chapoutier Côtes-du-Rhône Villages Signargues AOP 2018 | R$129,95 por garrafa

    Por que comprar com a gente?

    Parcele suas compras acima de R$120

    Novos rótulos e ofertas imperdíveis diariamente

    Ficou na dúvida? Nossos experts te ajudam a escolher

    Ficha Técnica

    Doçura

    Acidez

    Tanino

    Frutado

    Baseadas nas análises dos nossos sommeliers

    Tipo de vinho

    Tinto

    País

    França

    Região

    Vale do Rhône

    Teor alcoólico

    14,5%

    Tipo de fechamento

    Rolha de cortiça

    Produtor

    M. Chapoutier

    Serviço

    16ºC

    Volume

    750mL

    Uvas

    Grenache, Syrah

    Safra

    2018

    Potencial de guarda

    2026

    Maturação

    12 meses em tanques de concreto

    Premiações

    The World’s Most Admired Wine Brands Drinks International 2021

    Premiações

    • TWMAWB-2021

    Sobre o vinho

    Ari Gorenstein
    Ari Gorenstein

    Ari Gorenstein

    Sommelier da Evino

    O brasão “Fac et spera” (Faça e espere) se tornou o lema da família Chapoutier, afinal, são dois verbos que demonstram o respeito e equilíbrio de sua produção vitivinícola com o terroir. Deste trabalho árduo do viticultor nascem vinhos que cumprem outro preceito da vinícola: criar bons vinhos para serem degustados com bons pratos. Por isso, para este tinto espere uma expressão de Côtes-du-Rhône bastante gastronômica e complexa, com potencial de armazenamento de até 8 anos.

    Visual

    Vermelho-granada escuro

    Nariz

    Aromas intenso de frutos pretos maduros

    Boca

    Gastronômico, complexo com notas de a especiarias e alcaçuz

    Harmonização

    Filé mignon, costela de cordeiro, joelho de porco assado

    Conheça este Produtor

    França

    M. Chapoutier

    França

    A história da vinícola começa em 1808, com a instalação das primeiras caves. Em 1897, a Calvet et Compagnie passou a se chamar Deléphine et Chapoutier, representando a união entre os franceses Rodolphe Delépine e Marcius Chapoutier e marcando as primeiras exportações da produtora. Ao assumir a frente da vinícola, o bisneto Michel Chapoutier passou a investir em inovações constantes, incluindo a expansão da produtora pra terras de Portugal e da Austrália; a defesa do cultivo orgânico e biodinâmico e a produção a partir do conceito de vinhos de terroir. Na França, Chapoutier tem vinhas em Hermitage e em todo o Rhône, incluindo Côte Rôtie, Châteauneuf-du-Pape e Condrieu, além de terras no Languedoc-Roussillon e em Provence.

    M. Chapoutier