Ficha Técnica

Doçura

Acidez

Tanino

Frutado

Baseadas nas análises dos nossos sommeliers

Tipo de vinho

Tinto

País

França

Região

Vale do Rhône

Teor alcoólico

14,5%

Tipo de fechamento

Rolha de cortiça

Produtor

Xavier Vignon

Serviço

16ºC

Volume

750mL

Uvas

Grenache, Syrah

Safra

2016

Potencial de guarda

2025

Maturação

30% de envelhecimento em barril por 12 meses, o resto é envelhecida em cubas de concreto por 12 meses

Premiações

92 Pontos Robert Parker

Premiações

  • RP-92

Sobre o vinho

Ari Gorenstein
Ari Gorenstein

Ari Gorenstein

Sommelier da Evino

Lirac é um dos Crus na margem oeste do sul do Rhône. Bem de frente para esta denominação está Châteauneuf-du-Pape e, por isso, Lirac é famoso pela produção de tintos no estilo de seu vizinho. Nesta denominação, o clima e o solo contribuem para que as videiras gerem frutos de qualidade superior. Para gerar maior complexidade, Grenache e Syrah foram co-fermentadas a temperaturas moderadas, visando favorecer a difusão aromática. O resultado desse meticuloso processo de produção são os 92 pontos que o rótulo recebeu do renomado crítico Robert Parker.

Visual

Vermelho-rubi profundo

Nariz

Frutas vermelhas com notas de madeira e especiarias

Boca

Encorpado, frutado, acidez equilibrada e final longo

Harmonização

Carnes vermelhas, queijos amarelos

Conheça este Produtor

França

Xavier Vignon

França

Xavier Vignon começou a carreira de enólogo em 1996, atuando como consultor em regiões renomadas como Châteauneuf-du-Pape e todo o sul do Rhône. Cada vez mais procurado pelos apaixonados por vinho, Xavier foi convencido por pessoas próximas a fundar sua própria vinícola, inaugurada 20 anos depois, em 2016. Encantado com a diversidade de terroirs do Vale do Rhône, ele escolheu a região como palco para elaborar rótulos únicos, expondo as mesmas uvas a diferentes climas e solos para explorar as possibilidades de cada uma delas. É pela arte de conduzir e conhecer a fundo cada vinha que Xavier gosta de se comparar a um maestro de orquestra, mostrando sempre o lado artístico de seu trabalho ousado e disruptivo.

Xavier Vignon