VinhosVinhos

Link copiado!

(0 avaliações)

Goulart M The Marshall Malbec Reserva Single Vineyard Old Vines 2018

(0 avaliações)

R$216,90

31% off

R$149,90

31% off

Em até 2x de R$74,95 sem juros no cartão

Máximo de 100 garrafas por compra
Evino

Aproveite para conferir este kit!

Kit 2 Goulart M The Marshall Malbec | R$99,90 por garrafa

R$199,80

54% off

Ficha Técnica

Doçura

Acidez

Tanino

Frutado

Baseadas nas análises dos nossos sommeliers

Tipo de vinho

Tinto

País

Argentina

Região

Mendoza

Teor alcoólico

14,3%

Tipo de fechamento

Rolha de cortiça

Produtor

Bodega Goulart

Serviço

13ºC

Volume

750mL

Uvas

Malbec

Safra

2018

Potencial de guarda

2023

Maturação

12 meses em barricas de carvalho francês e americano

Premiações

Selo Vinho Orgânico

Premiações

  • vinho-organico

Sobre o vinho

Jessica Marinzeck
Jessica Marinzeck

Jessica Marinzeck

Sommelière da Evino

A história da Bodega Goulart começou quando o Marechal Gastão Goulart foi exilado para a Argentina durante a Revolução de 1932. Gastão adquiriu vinhedos centenários de Malbec durante sua permanência no país, porém, somente em 1997, quando sua neta Erika Goulart renegociou a posse das vinhas e se desafiou a seguir em frente com o negócio, que a produção se iniciou de fato. Em meio à tradição, história e um cultivo extremamente cuidadoso e orgânico, nasce M The Marshall, um tinto que carrega a grande especialidade de Erika, a uva Malbec, e entrega goles elegantes, robustos e persistentes.

Visual

Vermelho profundo com reflexos violáceos

Nariz

Frutas vermelhas maduras, geléia de cassis e amora, especiarias com notas de café e baunilha

Boca

Taninos elegantes e robustos, com um final redondo, fresco e longo

Harmonização

Carnes grelhadas e empanadas, massas variadas, queijos e embutidos

Conheça este Produtor

Argentina

Bodega Goulart

Argentina

A história da Bodega Goulart não começou com a produção de vinhos propriamente dita. Na verdade, a trajetória da vinícola começa indiretamente no Brasil, durante a Revolução Constitucionalista de 1932, quando Gastão Goulart esteve no comando da chamada "Legião Negra" e foi às ruas pela democracia durante a “guerra paulista”. Em meio aos conflitos desse período, Goulart precisou ser exilado na Argentina, e, em sua estadia pelo país, adquiriu vinhedos centenários de Malbec. Somente em 1997, quando Erika Goulart, neta de Gastão, descobriu a existência das terras e renegociou a posse das vinhas, que o desafio de seguir em frente com o negócio do avô realmente começou. Hoje, a Bodega Goulart é reconhecida mundialmente, principalmente pela especialidade de Erika: uma das uvas mais famosas na Argentina, a Malbec.

Bodega Goulart