VinhosVinhos

Link copiado!

    (0 avaliações)

    Tempos de Góes Philosophia Cabernet Franc Colheita de Inverno 2018

      (0 avaliações)

      Por que comprar com a gente?

      Parcele suas compras acima de R$120

      Novos rótulos e ofertas imperdíveis diariamente

      Ficou na dúvida? Nossos experts te ajudam a escolher

      Ficha Técnica

      Doçura

      Acidez

      Tanino

      Frutado

      Baseadas nas análises dos nossos sommeliers

      Tipo de vinho

      Tinto

      País

      Brasil

      Região

      São Roque

      Teor alcoólico

      13,1%

      Tipo de fechamento

      Rolha

      Produtor

      Vinícola Góes

      Serviço

      16ºC

      Volume

      750mL

      Uvas

      Cabernet Franc

      Safra

      2018

      Maturação

      12 meses em barricas de carvalho francês

      Sobre o vinho

      Jessica Marinzeck
      Jessica Marinzeck

      Jessica Marinzeck

      Sommelière da Evino

      Tempo de Góes é uma das linhas de vinho mais admiradas da Vinícola Góes. Neste rótulo da linha, a produtora brasileira transforma uvas Cabernet Franc cultivadas em São Roque, no Brasil, em uma bebida complexa, com delicioso aroma de amoras, carvalho, pimentão assado, alcaçuz e um leve toque de tostado e caramelo. No paladar, Tempos de Góes Philosophia se apresenta como um tinto estruturado e suculento, que, além de expressar todo o potencial vitivinícola das terras brasileiras, possui um ótimo potencial de guarda, característica adquirida graças aos seus 12 meses em carvalho.

      Visual

      Vermelho-rubi intenso e brilhante

      Nariz

      Aroma intenso de frutas vermelhas, como a amora, com notas de carvalho, alcaçuz e caramelo

      Boca

      Bem estruturado, com acidez equilibrada e taninos macios

      Harmonização

      Carnes vermelhas, massas, risotos, queijos maduros

      Conheça este Produtor

      Brasil

      Vinícola Góes

      Brasil

      A história da Vinícola Góes, produtora brasileira de vinhos finos, começa entre os anos de 1910 e 1920, quando uma família de descendentes de imigrantes portugueses começou a lavrar terras no interior do Estado de São Paulo. Além do cultivo em lavouras de subsistência, a família Góes passou a investir no cultivo de uvas para a produção de vinhos que, mais tarde, foram levados para a capital e vendidos, junto a outros produtos agrícolas, no Mercado Municipal de São Paulo. Em 1938, graças à construção da linha ferroviária Mairinque-Santos, a vinícola começou a comercializar e distribuir seus vinhos pelo estado. Nos anos 1960, a família Góes construiu uma nova vinícola e a batizaram de Vinhos Góes — mais tarde, Vinícola Góes. Com o passar do tempo, a produtora continuou conquistando admiradores ao redor do Brasil, participou e ganhou diversas premiações em Festas do Vinho pelo país. Hoje, além da produção de vinhos finos de qualidade, ela também detém o Parque Enoturístico, chamado Parque Góes, um dos destinos mais importantes no roteiro do vinho de São Roque.

      Vinícola Góes