Elvio Cogno faz história no Langhe. Não à toa, foi eleita uma das 100 vinícolas do ano de 2020 pela Wine&Spirits.

Ari Gorenstein

Sommelier da ( evino )

História

A família Cogno cultivou uvas tradicionais por várias gerações, mas foi Elvio quem decidiu fazer disso um trabalho. Em 1967, aos 27 anos, Elvio produziu uma safra de Barolo que foi um dos primeiros a receber ‘Cru’ na denominação, atestando a qualidade impecável do vinho. Em 1990, Elvio decidiu fundar a própria vinícola no Langhe, região considerada uma terra abençoada pelos críticos para o cultivo de vinhas. Elvio faleceu em 2016, e até hoje a produtora segue perpetuando os valores de seu criador e zelando pelos 15 hectares que têm em Novello, um dos 11 municípios de Cuneo, no Piemonte, em que a produção do tradicional Barolo é permitida.

Ver o vídeo

Sobre o produtor

Bandeira ItáliaPaísItália

RegiãoPiemonte

Desde1990

EnólogoValter Fissore

Principais uvasNebbiolo, Dolcetto

Variedade de rótulos5 vinhos na ( evino )

CuriosidadeO Ravera Barolo DOCG da Elvio Cogno foi reconhecido com raríssimos 99 pontos Wine Enthusiast e 97 pontos Parker

Sobre o enólogo

Quem hoje trabalha para manter viva a memória e o sonho de Elvio Cogno é a filha Nadia Cogno e Valter Fissore, co-proprietário e atual enólogo da vinícola. Genro de Elvio, Valter teve mais de 20 anos para acompanhar o sogro na produção de Barolos icônicos. Agora, Valter põe em prática tudo o que aprendeu com o sogro e também deixa suas próprias marcas nos vinhos Elvio Cogno, produzidos a partir de vinhas de até 120 anos de idade.

Valter FissoreElvio Cogno